Tantas Faces

quinta-feira, 8 de março de 2012

O Recruta














Eu saí um instante e vi um mundo pungente
Era escuro, assombrado e um recruta
(do bem) colocava um sol em uma catapulta
Mas as sombras venciam constantemente.

Fugi assustada e me escondi, quase insipiente.
Lugar longínquo fiz minha gruta
Vivi ali: sozinha... matuta...
A me distrair fiz abóbada reluzente;

Com pedras cintilantes eu fiz; aconchego confortável
E o portal é inacessível, inabalável.
Não passo uma noite sem pensar: sozinho...

O recruta... com seu sol... com sua catapulta... sozinho!
E sei que toda noite eu vou ouvir:
"-E você? -Não vai sair?"


Nota: o lugar é a Gruta do Lago Azul, em Bonito, Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário